133

Não é só dinheiro: para que serve a Casa da Moeda, que o governo quer privatizar

Não é só dinheiro: para que serve a Casa da Moeda, que o governo quer privatizar

A Casa da Moeda é uma empresa pública que imprime papel-moeda e produz moedas desde 1694 – quando o ciclo do ouro e a aceleração do comércio fizeram com que Portugal julgasse necessário o Brasil ter seu próprio dinheiro. Ela só perde em idade para os Correios, que existem desde 1663. Na quarta-feira (23), o governo Temer anunciou que quer inserir a estatal em um pacote de privatizações e concessões.

Vinculada ao Ministério da Fazenda, a Casa da Moeda teve um resultado de R$ 311 milhões de lucro em 2015, última demonstração financeira divulgada. Os clientes são, em sua maioria, órgãos públicos. As moedas e cédulas são fabricadas sob determinação do Banco Central, que também controla a sua distribuição. Em abril de 2017, o governo fechou um contrato para pagar R$ 284,83 a cada mil notas produzidas pela Casa.

Além de produzir notas e moedas para substituir dinheiro velho ou repor o volume circulante na economia, a empresa também imprime cédulas comemorativas, selos e passaportes.

Leia também: Câmara aprova nova política para juros do BNDES que cria a TLP

A Casa tem estrutura para produzir cerca de 15 mil passaportes por dia. Quando a Polícia Federal suspendeu o pagamento do serviço, em julho, isso gerou uma fila de 175 mil pedidos, que estão sendo atendidos até hoje.

Em 2016, a empresa produziu mais de 5 mil medalhas para a Olimpíada do Rio. Algumas descascaram e tiveram que ser restauradas, como as do nadador Daniel Dias, o que gerou críticas do público.

Privatização

O argumento do governo para privatizar a Casa da Moeda é que, como há cada vez menos dinheiro físico circulando, os gastos fixos não compensam. “O consumo de moedas no Brasil tem caído. Cada vez mais usamos menos papel moeda e a saúde financeira dela está extremamente debilitada, com a previsão de se debilitar ainda mais com o avanço da tecnologia”, disse o ministro Moreira Franco, da Secretaria-Geral.

“Nada impede que uma gráfica estrangeira se candidatasse”, diz Mauro Rochlin, professor de economia da FGV (Fundação Getulio Vargas). “A ideia de que privatizar poderia levar a fraudes é completamente improcedente. Se alguém quiser imprimir dinheiro falso, já consegue.”

Ele lembra a Operação Bernhard, quando, durante a Segunda Guerra, os nazistas produziram notas falsas de libras esterlinas para abalar a economia inglesa, sem sucesso. “Não precisaram usar uma gráfica inglesa. Se as moedas brasileiras forem produzidas por outro país, e entrarmos em litígio com esse país, o contrato teria que ser interrompido imediatamente, é claro.”

Leia também: Quer almoçar em 30 minutos e sair antes do trabalho? Em novembro, você poderá

Há alguns exemplos de nações que terceirizam a produção de dinheiro e passaportes para outros países ou empresas privadas. A Canadian Bank Note Company fornece serviços para mais de 30 países, imprime dinheiro do Canadá e da Nova Zelândia e produz passaportes para as nações caribenhas.

Na Alemanha, há a Giesecke & Devrient, empresa de Munique que faz moeda, cheques, passaportes e documentos de identidade, e já imprimiu dinheiro para o Camboja, Croácia, Peru, Guatemala, Jamaica e outros países.

A própria Casa da Moeda brasileira produziu 50 milhões de cédulas de pesos argentinos em 2011 e já exportou dinheiro para o Haiti e para o Paraguai. “A capacidade instalada deve estar acima do necessário, então teria que buscar mais clientes”, diz Sandro Cabral, professor de economia do Insper. “Mas parece mais que o governo está tentando criar um factoide. Eles jogam o barro na parede para ver se cola. No caso da Eletrobras, colou.”

Em 2016, o Banco Central importou 100 milhões de notas de R$ 2 da empresa sueca Crane AB, após o governo editar uma medida provisória permitindo a importação sempre que a Casa da Moeda atrasasse a entrega de dinheiro.

Governistas vencem eleição em Angola Noticias

Governistas vencem eleição em Angola...

Polêmica: Depois do Sul é o meu país vem agora o Sul é o meu destino. Esse e outros cinco destaques da noite Noticias

Polêmica: Depois do Sul é o meu país vem...

Feições de um Congresso ilegítimo Noticias

Feições de um Congresso ilegítimo...

Câmara aprova nova política para juros do BNDES que cria a TLP Noticias

Câmara aprova nova política para juros do BNDES...

PT tenta impedir viagens de Doria e tucano dá resposta à altura Noticias

PT tenta impedir viagens de Doria e tucano dá respost...

Confira como foi o 5º Fórum de Agricultura da América do Sul Noticias

Confira como foi o 5º Fórum de Agricultura da Am...

Sem fundo público, Maia sugere a políticos que “comprem bom celular” para fazer campanha Noticias

Sem fundo público, Maia sugere a políticos que...

Delator da Lava Jato paulista cita propina para Gleisi e Paulo Bernardo Noticias

Delator da Lava Jato paulista cita propina para Gleisi e Pau...

Moro manda prender réus condenados na Lava Jato em segunda instância Noticias

Moro manda prender réus condenados na Lava Jato em se...

Adolescente é detido por dançar “Macarena” na Arábia Saudita Noticias

Adolescente é detido por dançar “Macaren...

Embraer inaugura segundo Centro de Engenharia e Tecnologia no Brasil Noticias

Embraer inaugura segundo Centro de Engenharia e Tecnologia n...

Defensora de Fachin, Gleisi será a primeira política julgada por ele no STF Noticias

Defensora de Fachin, Gleisi será a primeira pol&iacut...

Nossos amigos!
AniTube Super Animes Filmes Online X Azamerica Filmes Online Grátis Vizer.tv Séries Online Grátis BTv Z Animes Online Baixar Músicas Grátis
Assistir TV Online Grátis

O Assistir TV Online HD ou simplesmente ATO é um dos mais clássicos e tradicionais sites de TV online do pais, desde 2009 com o projeto inicial vertvfree que posteriormente se transformou no ATOHD nós empenhamos cada vez mais para para trazer o melhor conteúdo do segmento televisivo nacional e internacional. As emissoras de TV têm mudado muito no quesito qualidade, seguindo esse aspecto nós estamos focando também na qualidade áudio visual de nossos canais, com novas transmissões de TVONLINE em IPTV (Internet Protocol Television) e também TVIP (Televisão por IP).

Nossos players estão cada vez mais está compatível com diversas plataformas e dispositivos móveis, como (smart TV, smartphones, tablets, aplicativos, mobile, iphone, ipad, android, etc), O ATO Se ajusta a qualquer tamanho de tela responsivamente, seguindo os padrões atuais. Não há requisitos mínimos para o uso do site, todavia quanto maior for a sua velocidade de conexão com a internet, melhor será a qualidade da sua tvonline, aqui listamos em diversas categorias como noticias, esportes, documentários, notícias, séries, filmes, entre outras variedades, sem limitações de uso, compartilhe com seus amigos e familia, aproveite!