anuncie
22

Pacotaço: governo inclui Casa da Moeda, Congonhas e usina na lista de novas concessões

Pacotaço: governo inclui Casa da Moeda, Congonhas e usina na lista de novas concessões

A ordem do governo federal é cortar gastos e arrecadar mais dinheiro e um meio de atingir esse objetivo é investir em privatizações, ainda que indiretamente. Na lista de 57 concessões aprovadas pelo conselho do Programa de Parcerias em Investimentos (PPI) nesta quarta-feira (23), o governo decidiu incluir a Casa da Moeda, o aeroporto de Congonhas e somente uma das quatro usinas da estatal mineira Cemig.

A forma como a Casa da Moeda será desestatizada ainda será definida. Integrantes do conselho do PPI afirmam que ainda serão feitos estudos para definir o modelo mais interessante. Pode ser que seja vendida somente 51% e a União continue no negócio.

No entanto, sem recursos no caixa para cobrir os sucessivos prejuízos da Casa da Moeda, no entanto, o mais provável é que a União se retire completamente do controle. E, não custa lembrar, que o Brasil importou 100 milhões de cédulas de R$ 2 produzidas na Suécia este ano, em razão de problemas técnicos com a produção da Casa da Moeda.

A ideia de privatização da Casa da Moeda foi levada pelo Ministério da Fazenda ao governo federal e fortemente apoiada pelo ministro da Secretaria-geral da Presidência da República, Wellington Moreira Franco. Um dos argumentos do governo é que há prejuízos crescentes na estatal ao mesmo tempo em que, diante do avanço tecnológico, brasileiros usam cada vez menos cédulas e moedas.

“A Fazenda vai aprofundar estudos sobre o destino da Casa da Moeda, que vem tendo prejuízos sucessivos. Isso acontece porque o negócio principal da empresa é produzir moeda e acontece que o consumo de moeda no Brasil cai. Ou seja, usamos cada vez menos papel moeda e moeda”, disse o ministro, após reunião do conselho do PPI. “Isso significa que a saúde financeira está extremamente debilitada pelo avanço da tecnologia”, completou.

Moreira Franco defende a venda da estatal antes que a companhia chegue a uma situação de prejuízos tão grandes que passaria a depender do dinheiro do Tesouro Nacional.

SAIBA MAIS:Dólar a menos de R$ 3? Como as privatizações e reformas podem fazer o câmbio baixar

Terminal aéreo

Aeroporto mais lucrativo da Infraero, Congonhas tem valor estimado de venda de R$ 4 bilhões somente em outorgas.

As quatro usinas da Cemig que o governo decidiu vender trariam R$ 11 bilhões. Mas a estatal, depois de pressão da bancada mineira, conseguiu abrir negociação para poder comprar três dessas hidrelétricas com preferência, pagando R$ 9,7 bilhões.

Sem a venda dessas usinas, a União não conseguirá cumprir a meta de deficit de R$ 159 bilhões neste ano.

A venda da Lotex, conhecida como “raspadinha”, foi confirmada e deve render R$ 2 bilhões, de acordo com um novo modelo de negócio desenvolvido. Antes, a previsão era de cerca de R$ 1 bilhão.

Dentre os projetos contemplados pelo PPI até o final deste ano, estão rodovias BR 153 (GO/TO) e a BR 364 (RO/MT), terminais portuários, 11 lotes de linhas de transmissão, rodadas de petróleo e gás do pré-sal que totalizam R$ 44,5 bilhões em investimentos.

O valor total das outorgas ainda não está definido porque muitas empresas e participações em estatais estão sendo avaliadas.

O governo anunciou também a intenção de vender a participação da Infraero nos aeroportos já concedidos à iniciativa privada, como Guarulhos (SP), Confins (MG), Brasília e Rio de Janeiro.

O calendário do governo prevê que o edital para a venda da participação da Infraero nos terminais será publicado no segundo trimestre de 2018 e o leilão ocorrerá no terceiro trimestre daquele ano. Não há detalhe se a venda será em bloco ou individualmente.

Privatização da Eletrobras

O conselho do PPI também aprovou nesta quarta a proposta de privatização da Eletrobras. Segundo o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, a partir de agora os estudos para a definição das regras da venda da estatal serão definidas. Depois disso, o presidente Michel Temer dará o sinal verde para a venda.

A ideia, ainda segundo o ministro, é diluir a participação da União na Eletrobras por meio de uma emissão primária de novas ações da estatal. Para isso, a União não vai comprar novos papéis. No entanto, continuará com uma ação especial que dará poder de veto em assuntos estratégicos.

Se a emissão inicial não for suficiente para isso, o ministro afirmou que as ações do governo poderão ser colocadas à venda diretamente. “Mas essa não é a expectativa inicial”, disse Coelho Filho.

Zagueiro do Coritiba comenta drama vivido por Kléber durante punição Noticias

Zagueiro do Coritiba comenta drama vivido por Kléber ...

Primeiras impressões do Galaxy Note 8 Noticias

Primeiras impressões do Galaxy Note 8...

Novo Polo será o compacto mais seguro do país, garante Volkswagen Noticias

Novo Polo será o compacto mais seguro do país,...

“Estudo” da Urbs sobre integração temporal é documento de quatro páginas Noticias

“Estudo” da Urbs sobre integração ...

Transição imediata para energia limpa conteria mudança climática Noticias

Transição imediata para energia limpa conteria...

“Queridinha” de Richa nos anúncios de verbas, Sanepar investiu menos em 2017 Noticias

“Queridinha” de Richa nos anúncios de ver...

Moro diz que acusação de negociação paralela na Lava Jato é “absolutamente falsa” Noticias

Moro diz que acusação de negociaç&atild...

Em busca da final da Série D, Operário tenta fazer história para estado do Paraná Noticias

Em busca da final da Série D, Operário tenta f...

Veja as 30 cidades que menos dependem do Bolsa Família no Brasil Noticias

Veja as 30 cidades que menos dependem do Bolsa Famíli...

Emocionado, atacante do Atlético chora durante entrevista; veja o vídeo Noticias

Emocionado, atacante do Atlético chora durante entrev...

Do estagiário ao gerente, veja quanto ganham os funcionários da Embraer Noticias

Do estagiário ao gerente, veja quanto ganham os funci...

MPF reabre investigação criminal sobre pedaladas fiscais do governo Dilma Noticias

MPF reabre investigação criminal sobre pedalad...

Nossos amigos!
AniTube Super Animes Animes Online Filmes Online X Azamerica Filmes Online Grátis Vizer.tv Séries Online Grátis mega filmes BTv Filmes Online HD Z Animes Online Baixar Músicas Grátis
Assistir TV Online Grátis

O Assistir TV Online HD ou simplesmente ATO é um dos mais clássicos e tradicionais sites de TV online do pais, desde 2009 com o projeto inicial vertvfree que posteriormente se transformou no ATOHD nós empenhamos cada vez mais para para trazer o melhor conteúdo do segmento televisivo nacional e internacional. As emissoras de TV têm mudado muito no quesito qualidade, seguindo esse aspecto nós estamos focando também na qualidade áudio visual de nossos canais, com novas transmissões de TVONLINE em IPTV (Internet Protocol Television) e também TVIP (Televisão por IP).

Nossos players estão cada vez mais está compatível com diversas plataformas e dispositivos móveis, como (smart TV, smartphones, tablets, aplicativos, mobile, iphone, ipad, android, etc), O ATO Se ajusta a qualquer tamanho de tela responsivamente, seguindo os padrões atuais. Não há requisitos mínimos para o uso do site, todavia quanto maior for a sua velocidade de conexão com a internet, melhor será a qualidade da sua tvonline, aqui listamos em diversas categorias como noticias, esportes, documentários, notícias, séries, filmes, entre outras variedades, sem limitações de uso, compartilhe com seus amigos e familia, aproveite!