9

Família vai processar prefeitura de Curitiba por morte de paciente após vacina

Família vai processar prefeitura de Curitiba por morte de paciente após vacina

A filha da mulher de 63 anos que faleceu no sábado (19) em decorrência da vacina da gripe vai processar a prefeitura de Curitiba. A advogada da família deve entrar com ação de danos morais e materiais na Vara da Fazenda Pública, sob a alegação de que a administração municipal é responsável pela contratação dos servidores e corresponsável pela tragédia.

A paciente estava internada desde o dia 27 de abril, quando recebeu a dose da vacina contra a gripe na Unidade de Saúde Medianeira, no bairro Boa Vista. O posto chegou a ser interditado uma semana depois e só reabriu no fim de julho. Além da paciente que morreu, outros três idosos contraíram infecção na mesma unidade de saúde, mas receberam alta.

A defesa espera apenas os prontuários médicos dos quatro meses em que a mulher ficou internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Cruz Vermelha para dar entrada no processo. “Se o problema fosse do lote da vacina, a responsabilidade seria da União [Ministério da Saúde]. Mas quem contrata e faz o processo seletivo dos servidores é a prefeitura. A responsabilidade é da prefeitura”, afirma a advogada Louise Mattar Assad, que planeja a defesa. “A filha dela está muito abalada. A mãe era a única parente próxima. Ela acompanhou a mãe todos os dias na UTI. A mulher chegou a completar o seu aniversário internada no hospital”.

De acordo com a advogada da família, outro processo deve ser protocolado no Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR) para apurar as questões técnicas da aplicação da vacina.

Quatro meses após o registro dos problemas com a vacina, a prefeitura segue sem resposta definitiva sobre o motivo da infecção. De acordo com a administração municipal, a sindicância já foi concluída, indicando erro no processo de aplicação da vacina, mas um inquérito está em curso na Procuradoria Geral do Município (PGM).

“Estamos ouvindo a defesa dos envolvidos. Após o fechamento do inquérito, pode haver penalidade ou não, depende do que for constatado. E também será definida qual é a penalidade para esse caso. Estamos apurando todos os fatos”, explica o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde, Alcides Augusto de Oliveira.

A prefeitura também afirma que a unidade trabalha com bases em critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, sob plenas condições, e sem sobrecarga. “Na campanha de vacinação são destinados servidores treinados, remanejados”, afirma o diretor.

Em nota, a administração municipal afirma que o direito de ação é uma garantia constitucional dos cidadãos brasileiros. “A prefeitura ainda não foi citada oficialmente e, portanto, não é possível, neste momento, se pronunciar sobre aspectos do processo judicial”.

E a torneira?

A posição do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc) vai de encontro à defesa da família da vítima. A entidade concorda que a prefeitura tem culpa, principalmente pela falta de insumos e estrutura. No entanto, o sindicato alerta que é preciso aguardar a conclusão do inquérito.

“O processo ainda não tem sentença. É um processo administrativo que está em trâmite, não foi concluído ainda, não dá para sair indicando a culpa. Seja no serviço público de Curitiba ou em qualquer lugar, isso fere o direito ao contraditório”, afirma Irene Rodrigues dos Santos, coordenadora do sindicato. “É precipitado culpabilizar apenas os servidores pela fatalidade. O estado também tem a sua parcela de culpa ao não oferecer condições dignas de trabalho para os servidores públicos da área da saúde”.

O Sismuc denunciou à prefeitura que trabalhadores estão sendo submetidos a condições precárias de trabalho. “Faltam reposição de novos servidores, medicamentos, manutenção nos equipamentos e até mesmo materiais básicos como papel higiênico, copos descartáveis e sabonete para higienização das mãos”, diz o sindicato, em nota.

A coordenadora do Sismuc aponta ainda uma situação similar para explicar a responsabilidade da prefeitura. “A unidade de saúde do bairro Fazendinha está com uma torneira quebrada. A prefeitura diz que houve falha na lavagem de mãos. Se houve falha, por que não arrumam a torneira do Fazendinha? É muito fácil chegar a um culpado sem fazer uma autocrítica”, afirma Santos.

Senado quer acabar com horário eleitoral e usar dinheiro para financiar campanhas Noticias

Senado quer acabar com horário eleitoral e usar dinhe...

Eleições sem horário eleitoral gratuito? Tem político defendendo essa ideia para financiar as campanhas Noticias

Eleições sem horário eleitoral gratuito...

De ameaças a reconhecimento: o que enfrentam as advogadas do “primeiro escritório feminista” do país Noticias

De ameaças a reconhecimento: o que enfrentam as advog...

Emocionado, atacante do Atlético chora durante entrevista; veja o vídeo Noticias

Emocionado, atacante do Atlético chora durante entrev...

Do estagiário ao gerente, veja quanto ganham os funcionários da Embraer Noticias

Do estagiário ao gerente, veja quanto ganham os funci...

Todos os Gustavos do presidente Noticias

Todos os Gustavos do presidente...

Desafio não está mais no campo, mas no transporte Noticias

Desafio não está mais no campo, mas no transpo...

Arrastão no Interbairros: PM prende trio que fez a limpa nos passageiros Noticias

Arrastão no Interbairros: PM prende trio que fez a li...

Gazeta do Povo e suas múltiplas plataformas em sala de aula Noticias

Gazeta do Povo e suas múltiplas plataformas em sala d...

No socialismo de Maduro, cafezinho custa 3 mil litros de gasolina Noticias

No socialismo de Maduro, cafezinho custa 3 mil litros de gas...

Foto com Inês Brasil: a nova polêmica de Bolsonaro Noticias

Foto com Inês Brasil: a nova polêmica de Bolsona...

Show é cancelado na Holanda por suspeita de atentado terrorista Noticias

Show é cancelado na Holanda por suspeita de atentado ...

Nossos amigos!
Assistir Animes Online Super Animes Animes Online Filmes Online X Azamerica Filmes Online Grátis Vizer.tv Séries Online Grátis mega filmes BTv Filmes Online HD Z Animes Online Mega Filmes Online Baixar Músicas Grátis
Assistir TV Online Grátis

O Assistir TV Online HD ou simplesmente ATO é um dos mais clássicos e tradicionais sites de TV online do pais, desde 2009 com o projeto inicial vertvfree que posteriormente se transformou no ATOHD nós empenhamos cada vez mais para para trazer o melhor conteúdo do segmento televisivo nacional e internacional. As emissoras de TV têm mudado muito no quesito qualidade, seguindo esse aspecto nós estamos focando também na qualidade áudio visual de nossos canais, com novas transmissões de TVONLINE em IPTV (Internet Protocol Television) e também TVIP (Televisão por IP).

Nossos players estão cada vez mais está compatível com diversas plataformas e dispositivos móveis, como (smart TV, smartphones, tablets, aplicativos, mobile, iphone, ipad, android, etc), O ATO Se ajusta a qualquer tamanho de tela responsivamente, seguindo os padrões atuais. Não há requisitos mínimos para o uso do site, todavia quanto maior for a sua velocidade de conexão com a internet, melhor será a qualidade da sua tvonline, aqui listamos em diversas categorias como noticias, esportes, documentários, notícias, séries, filmes, entre outras variedades, sem limitações de uso, compartilhe com seus amigos e familia, aproveite!